Dicas de Saúde

10/01/2017

Meu leite é fraco. Será?

Texto escrito por Tatiana Magri

IMG_8496Certamente essa é uma das maiores preocupações das mães que amamentam. Um dos principais motivos que fazem as mães acreditarem que seu leite é insuficiente em nutrientes para seu filho é o fato do bebê engordar de forma mais lenta. Porém a verdade é que não existe leite fraco, e isso é um mito que se difundiu facilmente.

O fato do bebê ganhar menos peso, pode estar relacionado a um posicionamento inadequado da criança ao seio fazendo com que o bebê tenha mais dificuldade de sugar o leite. Isso torna a mamada ineficiente e a criança fica agitada e não consegue se sentir satisfeita. Sendo assim é muito importante o cuidado adequado com a pega durante a amamentação.

O leite materno é o alimento completo em termos de energia e nutrientes, e tem tudo que o bebê precisa para crescer e ganhar peso de forma saudável. Além de nutrientes e energia, o leite materno também fornece proteção contra diversas doenças através dos anticorpos produzidos pela mãe e que estão presentes no alimento. O Ministério da Saúde recomenda que o aleitamento materno seja exclusivo, ou seja, deve-se ofertar apenas o leite materno sem necessidade de chás e água ao bebê até os seis meses de vida. Após essa idade, o bebê já pode receber novos alimentos, como carnes, frutas e verduras e recomenda-se a continuação da oferta do leite materno até os dois anos de idade.

Porém, é importante ressaltar que a composição de gorduras, vitaminas e minerais do leite materno é influenciada diretamente pela alimentação da mãe. Nutrientes como selênio, iodo e vitamina A, por exemplo, podem ter seu conteúdo no leite materno diminuído em função da alimentação inadequada da mãe. Sendo assim, esse não é o momento de se fazer dietas restritivas ou que visem a exclusão de alimentos ou grupos alimentares com o objetivo de perda de peso. Para aquelas mulheres que ganharam peso excessivo na gestação ou desejam perder peso, o aleitamento materno exclusivo, é um forte aliado. A produção de leite pela mãe demanda um gasto de energia elevado e isso auxilia na perda de peso.

Desta forma, manter uma alimentação equilibrada e variada é fundamental para a saúde da mãe e do bebê. E em caso de dúvidas, procure o seu nutricionista.

Drª Tatiana Magri

Nutricionista Clínica

CRN-1/9875

http://tatianamagri.com.br/