Dicas de Saúde

17/01/2017

Ginecologista responde a dúvidas sobre sexo durante a menstruação. Entrevista para o Metropolés

Jornalista Leilane Menezes e Dra Thalia Maia (Entrevista Metropolés)

 

Menstruação ainda é um assunto cercado de tabus. Algo tão natural no corpo feminino pode gerar muitas dúvidas e preconceitos. A gente conhece mulheres adultas que ainda têm vergonha de entrar na farmácia para comprar absorventes, podem acreditar! Outras nunca ouviram falar em coletor menstrual.
thalia-6

Por isso, convidamos a ginecologista Thalia Maia para responder a alguns dos principais questionamentos das nossas leitoras sobre o sexo nesse período.

Transar menstruada faz mal?
Não, não faz mal. Apenas é importante ter alguns cuidados para evitar a transmissão de doenças infecciosas.

Pode transar de O.B ou há algum absorvente adequado?
O que estamos definindo como transar? Se transar quer dizer penetração na vagina, não pode. Mas se estivermos falando de sexo oral, por exemplo, uma boa higiene seguida do uso do absorvente interno pode ser um artifício para conter o sangramento enquanto o clitóris é estimulado.
Quando ocorre a penetração vaginal, independentemente de ser com pênis, dedo ou acessórios, é necessário usar um absorvente adequado (ou não usar nenhum). Existe um absorvente em forma de esponja fabricado para ser inserido no fundo da vagina antes da relação e absorver todo o sangue.

Não tenho experiência com mulheres que fazem uso dele. Já os coletores menstruais, há um modelo mais flexível e com estrutura parecida com o diafragma, que permite a penetração. Converse com sua médica para saber se o seu pode ser usado ou não.

A mulher pode engravidar menstruada?
Para quem faz uso de contraceptivo oral com pausa direitinho, ou mesmo o DIU de cobre, não há risco algum de engravidar durante a menstruação. As mulheres que não usam método contraceptivo, se o sangramento for realmente menstruação, não engravidarão também.

O problema é que existe a possibilidade desse sangramento não ser menstruação, aí sim, haveria risco. Ainda, quando o sangramento dura muitos dias, ou o ciclo é curto, nos últimos dias quando o fluxo já diminuiu bastante, pode ocorrer a ovulação em seguida.

Como o espermatozóide dura de 48 a 72 horas vivo, nesse caso existiria um risco de gravidez. Com o uso da camisinha esse problema é resolvido, além de proteger contra DSTs.

Há mais riscos de contrair DST nesse período?
Sim. A transmissão de muitas doenças ocorre pelas secreções biológicas, incluindo o sangue. Isso torna indispensável o uso de camisinha para uma prática sexual segura.

Transar aumenta o fluxo?
Não é que aumente a quantidade de sangue produzida, mas o estímulo sexual, com ou sem orgasmo, leva a contrações uterinas. Essas contrações expulsam a quantidade de sangue que estava na cavidade uterina e que sairiam depois de forma não contínua. Além disso, ao ocupar o canal vaginal, o sangue antes depositado no fundo da vagina é rapidamente pressionado para sair.

A mulher sente mais tesão quando está perto de menstruar?
Depende da mulher. Tesão envolve não só a fisiologia hormonal. O estado emocional, a confiança e segurança são peças importantes para aumentar a libido. Para mulheres que não desejam engravidar, menstruar sinaliza a certeza de que não engravidaram e que não correm risco de engravidar. Elas podem sentir mais desejo e maior excitação no período menstrual, por segurança, tranquilidade e relaxamento.

Para as que apresentam redução da lubrificação, o sangue pode funcionar como um lubrificante natural, permitindo a penetração com menos dor. Outras, pela variação de humor causada pela TPM, ou pelas cólicas mais intensas nesse período, não suportariam nem pensar em sexo, que dirá numa penetração.

Sexo oral na menstruação: tem quem faça? É contraindicado?
Tem quem faça de tudo. É considerado natural qualquer prática que envolva:

  1. – ser humano
  2. – adulto
  3. – vivo
  4. – com consentimento dos que participam

Logo, não há contraindicação. É importante que a parceria esteja em sintonia, de acordo, evitando surpresas. Alerto que a ingestão do sangue pode transmitir doenças.

Você tem alguma dica para deixar o sexo mais confortável e “limpo” nesse período?

        • Higiene para evitar odores desagradáveis
        • Escolher os dias em que o fluxo é menor pode ser uma saída
        • Forrar a parte da cama em contato com o quadril com uma toalha ou lençol extra e deixar outras duas por perto. Assim, evita sujar o lençol e permite que, ao final da transa, cada um pegue uma toalha e se cubra até chegar ao banheiro sem sujar o caminho.
        • Transar no chuveiro ajuda a dispersar possíveis odores e leva as secreções embora, de forma quase automática
        • Optar por posições em que a mulher menstruada permanece deitada, já que por cima a tendência será escorrer mais ainda o sangue em caso de fluxo mais intenso.
        • O sangue não é sujo, é uma secreção como saliva, lubrificação vaginal e ejaculação. O sangue em contato com as bactérias e, principalmente, o acúmulo desse sangue é que resulta em odores intensos e desagradáveis. Uma boa higiene é a chave.
        • Substituir o sexo oral por outras preliminares, para os que não desejam arriscar.
        • Proteção, com camisinha, respeito e parceria.
        • Estar aberta para uma nova experiência é o primeiro passo para o sexo ser mais confortável. Não significa que quebrar um tabu seja simples. A aceitação, mesmo que as coisas não saiam como o planejado, é também uma saída para uma noite com mais humor e menos pressão.

 

Depilar menstruada dói mais?
Se a depilação for com lâmina, após uma boa higiene, não há o que temer. Durante a menstruação e principalmente na semana anterior, existe uma sensibilidade maior à dor, mas falando de depilação especificamente, é difícil avaliar.

Não são todas as mulheres que relatam aumento de dor. A grande maioria evita esse período por achar não higiênico. A semana que antecede a menstruação, durante a TPM, costuma ser mais doloroso. Caso precise depilar, recomendo higiene e uso de absorvente interno ou coletor menstrual.

 

Dra Thalia Maia CRM Df 19006

Ginecologista em Brasília