Dicas de Saúde

19/12/2016

É possível reverter a vasectomia?

image1Texto escrito por Dr Tiago Serra David

Sim, é possível!

Primeiramente vamos falar um pouco sobre a vasectomia. Trata-se de um procedimento cirúrgico que promove a obstrução do ducto que conduz o espermatozóide, que é a célula capaz de fecundar o óvulo e gerar uma gestação.

Hoje em dia a vasectomia é utilizada largamente como procedimento definitivo para o planejamento familiar, tendo sido realizadas cerca de 250.000 cirurgias por ano nos Estados Unidos e quase 50 milhões em todo o mundo.

Quando a vasectomia é proposta em um planejamento familiar, é apresentada como um método contraceptivo definitivo, porém entre 2-6% dos pacientes que fizeram o procedimento desejam revertê-lo.

A primeira reversão de vasectomia realizada com sucesso foi descrita em 1919 por William C. Quinby. Somente 60 anos depois, Silber e Earl Owen introduziram a técnica que utiliza o microscópio neste procedimento, revolucionando os resultados desta cirurgia.  Quando a reversão é realizada por um médico especialista (andrologista), utilizando a técnica com microscópio, o sucesso na reconstrução do  ducto obstruído é próximo a 80%. Este procedimento deve ser realizado em um centro cirúrgico, com paciente anestesiado, normalmente recebendo alta no mesmo dia ou no dia seguinte.

Muito importante alertar ainda, que nem todo paciente que fez a vasectomia e ainda deseja ter filhos, vai se beneficiar da reversão. O casal deve passar por uma avaliação do andrologista, que vai estudar cada caso e sugerir a melhor alternativa para se obter uma gravidez com sucesso.

 

Dr Tiago Serra David  CRM DF 16659

Andrologista da equipe de Reprodução Humana da Maternidade Brasília

 

Fontes:

  • World J Mens Health 2012 August 30(2): 108-113 -
  • Asian Journal of Andrology 2013 15: 44–48 -
  • World J Mens Health 2012 December 30(3): 177-182 -